Publicado em: terça-feira, 14/02/2012

Mansão onde Al Capone morreu será vendida

A mansão onde o famoso gangster Al Capone residia e onde faleceu em 1947foi recentemente colocada à venda. O imóvel, localizado em uma ilha artificial em Miami Beach (EUA) , está avaliado em US$ 9,5 milhões.

A construção luxuosa foi erguida em 1922, por Clarence Busch, pertencente à dinastia de Anhueser-Busch, sendo uma das mais antigas propriedades de Miami Beach. Era Clarence quem controlava a maior cervejaria da época. Agora a mansão está nas mãos da multinacional belga-brasileira InBev.

O local passou a pertencer a Al Capone em 1928, quando Busch vendeu a mansão localizada na Avenida Palm, número 93, para o gangster, que até então vivia em Nova York. Ele comprou a casa pelo valor de US$ 40 mil, pouco antes de ser preso e precisar mudar para a prisão de Alcatraz.

Al Capone foi solto em 1939, já com a saúde bastante fragilizada, e viveu em Miami até o final de seus dias, levando uma vida bastante reclusa e reservada. Ele foi encontrado morto dentro de sua banheira em 1947.

A mansão possui duas casas principais, uma piscina de 18 por 9 metros, duas casas para hóspedes, uma cabana com dois andares, adornada por um belo jardim tropical, ocupando um terrono de 2.800 metros quadrados.