Publicado em: sábado, 08/10/2011

Mano Menezes fala de má atuação e confirma retorno de jogadores poupados

A atuação da seleção brasileira no amistoso desta sexta-feira (7), contra a Costa Rica, esteve entre as menos inspiradas desde que Mano Menezes assumiu o comando do time, apesar da vitória por 1 a 0. E o próprio técnico admitiu isso em entrevista após o jogo e espera poder corrigir os principais erros na próxima partida, na terça-feira (11), na disputa contra o México.

O treinador avaliou que o Brasil tinha condições de dominar a partida e afirmou que a seleção ficou distante, enquanto a Costa Rica conseguiu fazer uma marcação firme. Ele também disse que os jogadores criaram pouco, mas o suficiente para construir a vantagem mínima que deu a vitória ao time e que a seleção não soube aproveitar o tempo que ficou com um jogador a mais dentro de campo.

Mano também admitiu que faltou entrosamento entre a equipe dentro de campo e atribuiu o fato às experiências que realizou nas laterais, escalando Fábio do lado direito e Adriano na lateral esquerda. Embora tenha dito que ainda irá confirmar a equipe que joga na terça, a tendência é que Daniel Alves e Marcelo voltem ao time no jogo contra o México.

O técnico brasileiro também minimizou as lesões sentidas por Fábio e Júlio César. Ele acredita que a dor muscular que tirou o goleiro titular de campo não deva ser problema para que ele jogue contra os mexicanos. Já o lateral Fábio, que levou uma pancada forte no primeiro tempo, mas quis voltar para o segundo, iria para a reserva de qualquer forma.