Publicado em: quinta-feira, 29/03/2012

Mano Menezes diz, em nota oficial, que apoia lei seca

Depois de ser parado em uma blitz da Lei Seca, no Rio de Janeiro, o treinador da seleção brasileira Mano Menezes se pronunciou sobre o caso. O técnico se pronunciou através de seu perfil no Twitter, horas depois do ocorrido.

Mano Menezes afirmou que apoia a conduta dos policiais que atuaram na abordagem a ele, e que também se diz totalmente favorável às sanções aplicadas pela Lei Seca. Mano Menezes foi multado em R$ 957,70, além de ter perdido sete pontos na carteira de habilitação.

Entretanto, no mesmo comunicado, o treinador da seleção brasileira não comentou o fato de ele ter se recusado a fazer o teste do bafômetro durante a blitz. O treinador apenas mencionou que de fato estava sem a carteira de habilitação, que segundo Mano, estava em outro carro.

Na madrugada de quarta-feira (28), Mano Menezes foi abordado por policiais durante uma blitz realizada no bairro da Gávea, zona sul do Rio de Janeiro. Acompanhado de sua esposa, Mano foi obrigado a chamar um outro condutor para seguir para casa.