Publicado em: quarta-feira, 02/02/2011

Manifestantes entram em conflito no Egito

Os protestos contra o governo de Hosni Mubarak, no Egito, resultaram em confrontos com o Exército, na tarde de quarta-feira (02).

Os manifestantes, que já completam nove dias de protestos, entraram em conflito com o Exército egípcio, que tentou reprimir as manifestações. Os protestantes atiraram paus e pedras, enquanto que os soldados revidaram com bombas e tiros de advertência.

Até então, o Exército havia afirmado que não iria reprimir as manifestações contra o governo de Mubarak, mas após a reação violenta da manifestação de quarta-feira, acabou usando a força para repreender os manifestantes.

Informações da rede de televisão Al Jazeera dão conta de que várias pessoas se feriram, entretanto, o governo do Egito não confirma qualquer tipo de notícia. A população do Egito protesta contra o governo de Mubarak, que já está no poder há mais de trinta anos.