Publicado em: quarta-feira, 14/08/2013

Manifestantes dizem que PT não participam da organização dos protestos previstos para hoje em São Paulo

Manifestantes dizem que PT não participam da organização dos protestos previstos para hoje em São PauloDois grupos estão em conjunto no manifesto que está previsto para acontecer hoje na cidade de São Paulo, o grupo do Movimento do Passe Livre e o Sindicato dos Metroviários da cidade, através desse manifesto eles querem demonstrar toda a insatisfação do povo em relação a todos as notícias de formação de cartel que vem sendo veiculadas em emissoras de rádio e TV, bem como em jornais atualmente.

Pelo motivo do manifesto ser contra a conduta do governo em relação à possível formação desse cartel de licitações, os manifestantes deixam claro que esses protestos não serão direcionados a nenhum partido político e por esse motivo os integrantes dos dois grupos que irão participar do manifesto querem impedir que esse ato seja aproveitado por militantes do PT para que sejam feitas antecipações de candidaturas futuras do partido.

O protesto é apoiado também por outros movimentos como a CUT e também o MTST, o sindicato dos metroviários tem ligação com o partido PSTU, já o pessoal que integra o Movimento Passe Livre declara que não possuem ligações com nenhum partido político e que o foco da manifestação hoje é realização de melhorias no transporte público da cidade.

Segundo Marcelo Hotimsky que representa o MPL, esse manifesto não tem como centro da discussão o “fora Alckmin”, ele é contra as atitudes do governo em relação a essas denúncias realizadas e por isso nenhum partido vai ser exposto, porém esse ato caracteriza uma denúncia do povo e não de partidos políticos.

Os manifestos que estão previstos para o dia de hoje tem início previsto para às 15h da tarde e contarão com duas concentrações, sendo uma localizada em frente ao Teatro Municipal e a segunda no Vale do Anhangabaú, ambas se localizam no centro da cidade de São Paulo, os itinerários que serão seguidos ainda não estão definidos, a única certeza é que esse manifesto passará pelo Ministério Público da cidade e também pelo prédio do Tribunal de Contas do Estado, por volta das 17h30 da tarde eles devem fazer a entrega de uma carta no Ministério dos Transportes, nesta carta constam uma série de solicitações que são feitas por parte dos dois grupos.

Integrantes do Partido dos Trabalhadores diz que contará com militantes participando do protesto, porém não haverá presença de carros de som.