Publicado em: domingo, 30/03/2014

Malware aproveita período de recarga dos celulares para fabricar moedas virtuais

Malware aproveita período de recarga dos celulares para fabricar moedas virtuaisMais um ataque ao Android foi identificado pela empresa de segurança digital Trend Micro. Desta vez, os golpistas tentam usar smartphones de todo o mundo para gerar bitcoins secretamente. Oficialmente, o software malicioso vem escondido em aplicativos instalados independentemente, sem passarem pela Google Play Store. Entretanto, alguns relatos dão conta de infecções também através da loja oficial do sistema.

O malware tem um sistema inteligente que detecta e furta as moedas virtuais apenas durante a recarga da bateria. Isso porque o sistema de caça pelas bitcoins consome muita energia do celular. Com isso, a identificação de que algo está errado por parte do usuário se torna mais complexa.

A Trend Micro identificou a presença do software malicioso nos aplicativos TuneIn Radio e Football Manager Handheld, que são populares e muito procurados em sites alheios à loja do Google. Além disso, houve registro de presença do vírus nos apps Songs e Prized – Real Rewards & Prizes, que estavam disponíveis na Play Store e foram removidos pela companhia após a identificação do problema.

Segundo a companhia de segurança digital, os hackers não devem ter conseguido grandes lucros com estes roubos, já que a capacidade de processamento dos smartphones é limitada para este tipo de ação. Além disso, é possível identificar alguns sinais de ataque ao celular, como lentidão no Android, travamentos e calor excessivo do aparelho durante a recarga, que tende a ser mais demorada. A postura mais segura, e recomendada pela Trend Micro, é a restauração das configurações originais do aparelho.

Outros problemas

Por ser o sistema operacional móvel mais utilizado do mundo, o Android é também o principal alvo dos hackers que visão ações contra os usuários destes gadgets. Entre uma das ameaças recentemente descobertas está um vírus que pode apagar todos os dados dos aparelhos, se aproveitando de um bug no sistema.

Analistas na Trend Micro acreditam que hackers podem se aproveitar desta falha para transformar os smartphones, por exemplo, em tijolos (termo utilizado para quando o aparelho perde toda a funcionalidade). Existem diversos tipos de antivírus para Android, porém a empresa de segurança digital recomenda alerta dos usuários até mesmo na escolha destes apps.