Publicado em: terça-feira, 12/06/2012

Malvinas terão referendo sobre status político no próximo ano

Nesta terça-feira (12), o governo autônomo das ilhas Malvinas anunciou que o arquipélago austral irá realizar um referendo questionando sobre seu atual status político. O governo justifica a decisão alegando que os habitantes do local não querem ser governados por Buenos Aires. O referendo deve acontecer em 2013.

Gavin Short, presidente da Assembleia Legislativa, afirmou que o referendo está sendo celebrado porque na existem dúvidas sobre o futuro que a população deseja para o arquipélago, e que o governo deseja mostrar isso para todo o mundo.

Anúncio pelo fim da disputa

O governo autônomo das ilhas Malvinas espera que o anúncio sobre o referendo acabe com a disputa entre a Argentina e o Reino Unido pela soberania do arquipélago. Short diz não tem dúvida de que os habitantes da ilha desejam que ela se autogoverne.

O presidente disse que nem todos tem a chance de conhecer as Malvinas e saber como ela se organiza. Short afirma que o governo da Argentina está enganado ao dizer que os moradores da ilha não possuem fortes opiniões ou que são “reféns das Forças Armadas” do Reino Unido.