Publicado em: segunda-feira, 05/09/2011

Mais de mil escolas apresentam irregularidades na Paraíba

Até o final do oitavo mês de 2011, o Ministério Público apontou que mais de mil escolas da rede pública de ensino do estado da Paraíba apresentaram irregularidade. Entre as principais observadas durante a inspeção do MP foram as salas de aula com estrutura precária e também o armazenamento incorreto da merenda dos estudantes.

De acordo com a promotora que realizou a ação, Fabiana Lobo, a 95% das 1.057 escolas que passaram pela vistoria apresentam problema. O objetivo da ação é inspecionar pelo menos mais 2 mil escolas até o final deste ano.

“Também temos registros de falta de merenda, rãs dentro de filtro de água e da geladeira, além de barbeiros e cupins nas salas de aula. Em muitas escolas, a fiscalização constatou que os estudantes são obrigados a tomar água da torneira, sem nenhum processo de filtração. Ainda teve um caso de uma escola que funcionava no mesmo local onde à noite era um bar”, afirmou Fabiana.

Na avaliação do secretario estadual de Educação da Paraíba, Afonso Scocuglia, a ação é positiva já que pode identificar diversos problemas e ainda indicar algumas soluções práticas. “Precisamos identificar os problemas, por isso, as fiscalizações são sempre bem-vindas”, declarou. Ele disse que as escolas publicas do estado devem receber um investimento de R$ 30 milhões para a solução dos problemas indicados pelo Ministério Publico.