Publicado em: quarta-feira, 18/09/2013

Mais de 7 milhões roubam a wi-fi do vizinho no Brasil

Mais de 7 milhões roubam a wi-fi do vizinho no BrasilDe acordo com um estudo feito pelo Instituto Data Popular e que foi publicado na segunda-feira, 16 de setembro, mais de 7 milhões de usuários brasileiros usam a internet por meio de redes sem fio, wi-fi, compartilhadas. O estudo mostra que esses usuários não assinam nenhuma operadora de internet e usam a rede por meio de sinais sem senha dos seus vizinhos.

Vale lembrar que esse número que usa a internet compartilhada de outros usuários é pequeno se levarmos em consideração o número total de internautas que o Brasil tem hoje. Segundo as informações do Ibope, no primeiro trimestre deste ano o número de internautas brasileiros chegou a 102 milhões de usuários.

Roubar a internet do vizinho é considerada uma ação clandestina. Porém, uma decisão tomada pelo Tribunal Regional Federal da primeira região disse não para um recurso do Ministério Público Federal, que dizia que roubar o sinal do vizinho era crime. A decisão foi dada na última semana e diz que compartilhar e retransmitir o sinal da internet não configura uma atividade criminosa no ramo das telecomunicações.

Ainda de acordo com a pesquisa divulgada nesta segunda-feira, a classe média é a campeã no compartilhamento da internet wi-fi. Dos entrevistados da classe média, 10% disseram usar a internet de outras pessoas quando estão em casa. Os percentuais para o mesmo quesito nas classes baixa e alta foi de 4% para cada uma.

Isso aconteceria porque a classe média tem mais proximidade com os seus vizinhos. Os internautas da classe média também costumam adquirir pacotes de internet com velocidades maiores, o que acaba compensando o compartilhamento com o vizinho.

O estudo ainda levou em consideração o compartilhamento do sinal da internet por faixa etária. A maior parte dos usuários que compartilham a wi-fi é composta por internautas que têm entre 16 e 25 anos. Os usuários com essa faixa etária representam 21% dos internautas que roubam a internet do vizinho. Em seguida, 8% dos usuários têm entre 26 e 39 anos e 3% têm entre 40 e 59 anos.