Publicado em: sexta-feira, 30/03/2012

Mais de 15 cidades do Rio de Janeiro estão com rodoviários em greve

A partir da meia-noite desta sexta-feira (30), o sindicato representante dos rodoviários de 15 cidades da Baixada Fluminense, do Centro-Sul Fluminense, além de mais cidades do interior do estado do Rio de Janeiro, está entrar em greve. Esta paralisação deve deixar cerca de 2,4 milhões de usuários sem ônibus. Com essa nova adesão, já são 20 os municípios atingidos pela greve no Rio de Janeiro.

Entre as principais reivindicações dos trabalhadores estão o reajuste de 16% sobre o salário base e o acréscimo na cesta básica. No geral, cinco mil trabalhadores estão filiados ao Sindicato de Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Nova Iguaçu (STTRNI). Apesar de não estar entre as cidades que aderiram greve, o patrulhamento da Polícia Militar foi reforçado nos terminais rodoviários e estações do município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Já em Nova Iguaçu, a situação está tensa no terminal rodoviário. A rodoviária está lotada e há ainda muitos grevistas no local. Devido a grande movimentação no terminal, dois ônibus bateram em uma das vias dentro do local, contudo ninguém ficou ferido.

De acordo com uma determinação judicial, foi determinado que as empresas de ônibus estão obrigadas a circular com no mínimo 40% da sua frota total durante o período de greve, sendo que nos horários de grande movimento esse número tenha que chegar a 70%. Segundo informações do sindicato, as cidades atingidas pela paralisação são Nova Iguaçu, Mesquita, Paracambi, São João de Meriti, Nilópolis, Engenheiro Paulo de Frontin, Belford Roxo, Miguel Pereira Mendes, Rio das Flores, Vassouras, Paty dos Alferes, Seropédica,Itaguaí, e Mangaratiba.

Na última quinta-feira (29), cinco cidades da Região Metropolitana do Rio já estavam com seus rodoviários em estado de greve. Em torno de 1,5 milhão de moradores das cidades de Niterói, Maricá, São Gonçalo, Itaboraí e Tanguá foram afetados.