Publicado em: quinta-feira, 30/01/2014

Mãe rejeita filho com ossos de vidros e o abandona na maternidade

Bebê com ossos de vidros é abandonado na maternidadeUm bebê que nasceu com a doença chamada popularmente como “ossos de vidro”, a osteogênese imperfeita, foi abandonado pela mãe há um ano e quatro meses em Goiás, no Hospital da Criança. A mãe alega que é muito fácil ele sofrer fraturas, por isso, a pouco tempo, preferiu o deixar lá, aos cuidados dos médicos e enfermeiras. A mãe relatou ainda que não tem condições financeiras para cuidar da criança. Agora, o caso que já foi para o conselho tutelar da cidade, está nas mãos do Ministério Público, que irá dizer o que deve acontecer com ele.

Segundo a pediatra chefe do Hospital, Paula Pires, a mãe se recusou a ficar com o menino quando soube que ele seria liberado da UTI, e poderia ser levado para a casa. A médica ainda revelou que a mãe disse com todas as palavras que não queria ficar com a criança.

Paula ainda disse que chorou muito com a notícia, e que até conversou com o marido para eles ficarem com o menino, mas que além dela, outros médicos e enfermeiros se interessaram, já que todos se pegaram a ele. Porém, a médica disse que a avó foi até o hospital e disse que pretende ficar com ele.

A DOENÇA

A “ossos de vidros” é uma doença genética que exige um tratamento rigoroso, mas que infelizmente não tem cura. Para cuidar, é necessário ter uma equipe inteira envolvida, com nutricionista, ortopedista, fonoaudióloga e fisioterapeuta. No Brasil, há cerca de 20 mil pessoas portadoras da osteogênese imperfeita.

De acordo com a médica, a deficiência acontece por conta da falta da produção de colágeno, que faz com que os ossos fiquem sensíveis e fracos. Algumas crianças que já nascem com a doença não resistem, e sobrevivem apenas poucos dias. Porém, no hospital, todos acreditam neste menino e torcem para a superação dele.