Publicado em: terça-feira, 02/07/2013

Mãe de Paris Jackson comenta na internet sobre a relação com a filha

Mãe de Paris Jackson comenta na internet sobre a relação com a filhaA filha do Rei do Pop Michael Jackson, a adolescente Paris, ganhou os holofotes da mídia há cerca de um mês, quando foi internada depois de uma tentativa de suicídio. Desde então, ela tem sido alvo de fofocas e especulações sobre seu futuro. Há pouco mais de um ano, ela retomou o contato com a mãe Debbie Rowe e as duas trabalhavam nesta aproximação familiar. Agora, para fugir um pouco dos holofotes e também tratar a questão que a tensionou a tentar se matar, Paris Jackson tem passado ainda mais momentos ao lado da mãe.

Debbie Rowe comentou através de seu perfil pessoal no Twitter que Paris teria pedido a ela para agradecer aos fãs e a todos que acompanham sua história pelo apoio, pensamentos positivos e orações em seu favor. Debbie também aproveitou o espaço para comentar sobre sua relação com Michael Jackson, afirmando que a jovem Paris se mostra uma pessoa forte como o pai. O tio de Paris, Jackie Jackson, afirmou que a adolescente de 15 anos deve em breve receber alta de sua internação, que segue neste momento apenas para se manter sob a observação dos médicos.

O tio garantiu ao site TMZ que a adolescente está muito bem e se sentindo cada vez melhor, com uma previsão para sair do hospital muito em breve. A declaração da família Jackson foi dada a imprensa no último final de semana, na abertura do novo show do Cirque Du Soleil, em Las Vegas, que tem o astro do pop como temática principal do espetáculo.

Outro tio de Paris, Marlon, comentou ainda a imprensa sobre a relação de Paris com o pai, já que os dois eram muito apegados e a menina ainda teria dificuldades para aceitar a morte de Michael, ocorrida já há quatro anos. Muito foi falado sobre qual seria a motivação da jovem em tentar suicídio, com a ingestão de alguns medicamentos e cortes em um dos pulsos. Uma das hipóteses é que Paris tenha surtado ao saber das acusações do coreógrafo Wade Robson, que afirma ter sido abusado por Michael Jackson por cerca de sete anos.