Publicado em: quarta-feira, 08/08/2012

Madonna pede que integrantes da Pussy Riot sejam soltas

Madonna pede que integrantes da Pussy Riot sejam soltasA cantora Madonna realizou um show em Moscou, na Rússia, e aproveitou a oportunidade para pedir que a justiça do país liberte as integrantes da banda punk Pussy Riot, que estão sendo julgadas por terem feito uma apresentação em forma de protesto contra o presidente Vladimir Putin dentro de uma catedral da cidade. Para pedir a liberdade das artistas, Madonna usou a balaclava, marca do grupo em seus shows.

Em sua apresentação, realizada no estádio Olympiysky na última terça-feira (7), Madonna afirmou que existem vários lados para a história, e ela não pretende faltar com respeito nem com a igreja nem com o governo. Porém, a cantora norte-americana afirmou que as três jovens integrantes da banda foram muito corajosas em seu protesto. Com esta declaração, Madonna recebeu aplausos intensos dos fãs.

Caso

Nadezhda Tolokonnikova, de 22 anos, Maria Alyokhina, de 24 anos, e Yekaterina Samutsevich, de 29 anos, foram detidas há cinco meses em Moscou por realizarem um ato de protesto dentro da Catedral do Cristo Salvador. As artistas cantaram uma “oração” solicitando que a Virgem Maria possa livrar o país do poder de Vladimir Putin.

Elas podem ficar até três anos na cadeia se foram condenadas. O ato de prender as integrantes da banda punk foi considerado pela oposição como uma forma de repressão do governo contra aqueles que são contrários a ele. Putin declarou que não deseja que as artistas sejam punidas duramente pela manifestação que realizaram em fevereiro.