Publicado em: quarta-feira, 12/09/2012

Maconha pode ter relação com câncer no testículo, afirma pesquisa

Maconha pode ter relação com câncer no testículo, afirma pesquisaPesquisadores relacionaram o uso da maconha com o desenvolvimento de câncer nos testículos. A pesquisa mostra que homens, principalmente jovens, que usaram maconha podem ter duas vezes mais chances de ter câncer nos testículos. O estudo foi realizado nos Estados Unidos.

Segundo os cientistas, esse é o terceiro estudo que vem demonstrando ligação entre o uso da erva e o câncer. A pesquisadora da Universidade do Sul da Califórnia, Victoria Cortessis liderou o estudo e garante que precisamos nos preocupar com os resultados de sua pesquisa. Para Victoria é necessária uma conscientização, já que os números de câncer em jovens tem aumentando consideravelmente no último século.

A pesquisa desenvolvida pela norte-americana ainda não coloca a culpa somente na maconha. A exposição a pesticidas e o aumento de hormônios também pode causar uma das doenças que mais mata nos últimos anos. O risco de desenvolver câncer, nos homens, é de cerca de 270 ao longo de toda a vida.

A pesquisa mostrou que 81% de todos os homens analisados e que já estavam com a doença, tinha usado maconha na adolescência ou juventude em algum momento. O estudo também estudo o efeito da cocaína, que mostrou um índice menor de risco de câncer em relação a maconha.

O uso e efeitos da maconha

Um dos efeitos apresentados pelos usuários da erva Cannabis Sativa é a memória prejudicada, sentidos aguçados, olhos avermelhados, perda de equilíbrio e noção de presente, passado e futuro, dilatação dos vasos sanguíneos, boca seca e aumento de batimentos cardíacos.

Em séculos passados a maconha era usada para usos medicinais. Na china, por exemplo, ela era considerada um forte anestésico, antibiótico, sedativo e antidepressivo. Os estudiosos de hoje acreditam que os efeitos negativos da maconha superam os efeitos positivos. A droga é ilegal no Brasil.