Publicado em: terça-feira, 13/09/2011

Mac se torna alvo mais atraente para hackers com aumento da participação da Apple no mercado

O representante da AVG, Yuval Ben-Itzhak, informou que os produtos da Mac tem se tornado alvos mais frequentes de ataques hackers na mesma proporção em que a fatia de participação da Apple cresce no mercado. Atualmente, a empresa do ex-CEO Steve Jobs tem 10% dos consumidores, proporção considerada como padrão para aumentar o interesse dos hackers em determinada empresa. Com isso, a Apple passa a ser mais um alvo comum.

Em evento da AVG, Ben-Itzhak afirmou que “uma vez que [um produto] alcança 10% de participação no mercado, ele atrai mais atenção dos hackers. Vi isso em vários produtos. Lembram-se de quando o Mozilla Firefox era considerado muito mais seguro do que o Internet Explorer? Hoje eles têm quase o mesmo número de vulnerabilidades.” Portanto, para o funcionário da AVG, o 10% de participação no mercado é como se fosse uma “marca conhecida” para o ataque cibernético.

De acordo com Ben-Itzhak, o aumento de ataques virtuais a determinadas plataformas comprova a noção de que os hackers seguem os usuários conforme a nova preferência dos consumidores. Para comparar, Ben-Itzhak lembra como o Facebook e o Android também tem maior número de vírus agora do que há alguns anos.

A AVG é uma desenvolvedora de programa anti-vírus, ou seja, da ferramenta necessária para combater as infecções transmitidas pela internet. O representante da AVG ressalta também como os bancos sempre vão ser alvos dos hackers, que conseguem incluir campos de preenchimento em cadastros para obterem informações sobre determinado internauta. Com isso, Ben-Itzhak afirma que os hackers sempre vão coletar informações sigilosas.