Publicado em: quinta-feira, 21/07/2011

Lula viaja pelo nordeste e fala sobre crise dos Transportes

Dando início a um período de viagens pelo Brasil, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez uma parada nessa quarta-feira (20) em Feira de Santana, que fica localizada no estado da Bahia, para se encontrar com companheiros do PT em um evento fechado. Aproveitando a passagem, Lula prestou uma visita a Dona Canô, mãe dos músicos Caetano Veloso e Maria Bethânia. Além disso, o ex-presidente vistou o Hospital Estadual da Criança (HEC) junto com o governador do estado, Jacques Wagner (PT).

Em entrevista concedida à imprensa, Lula foi questionado quanto às demissões que vem acontecendo no governo por causa do escândalo das denúncias contra o Ministério dos Transportes. De acordo com o ex-presidente, “se as pessoas agirem com honestidade e decência, todo mundo poderá ser absolvido; se as pessoas cometerem erro, pagam pelos erros que cometerem. Isso vale para a presidente Dilma, valeu para mim e vale para qualquer um.”

Ao mesmo tempo, Lula foi perguntado se acredita que tal crise seja motivo para desestabilizar o governo. Quanto a isso, o ex-presidente evitou responder a pergunta. Durante sua fala, Lula afirmou que se considera um “ajudante da presidente Dilma”. Além disso, para ele, o número de cortes de funcionários do governo pode chegar a qualquer número enquanto novas denúncias se mostrarem relevantes.

Na sequência do evento sediado em Feira de Santana, Lula segue sua viagem com destino a Salvador. O ex-presidente afirma que está viajando para conversar com o povo, pois ainda existe muita coisa a ser feita no Brasil.