Publicado em: quarta-feira, 18/01/2012

Lula sente efeitos colaterais da radioterapia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começou a se queixar de uma irritação na garganta depois de ser submetido as primeiras sessões de radioterapia, processo que faz parte do tratamento contra o câncer na laringe. De acordo com a assessoria de imprensa do petista, a irritação começou nesta semana e é frequente e mais intensa quando ele está se alimentando.

Na manhã desta terça-feira, dia 17 de janeiro, Lula permaneceu no Hospital Sírio Libanês para fazer a décima sessão do tratamento de radioterapia. Ao total, o ex-presidente irá se submeter a 33 sessões durante os próximos dias. De acordo com informações da assessoria, a voz do político não foi atingida pelos procedimentos do tratamento.

Este incômodo na garganta está dentro do previsto, porém, o ex-presidente ficou indisposto. Além destas sessões, Lula também está fazendo quimioterapia complementar um dia da semana. Ontem, o petista almoçou na companhia de José Mujica, presidente do Uruguai, e sua esposa, a senadora Lucia Topolansky. O diretor do Instituto Lula, Luiz Dulci, também estava no almoço.

José Mujica está passando férias em território brasileiro e resolveu fazer uma visita a Lula. O tratamento do ex-presidente contra o câncer na laringe começou no ano passado, e os primeiros exames, feitos em dezembro, mostraram que o tumor sofreu uma redução em seu tamanho de 75%.