Publicado em: quinta-feira, 19/11/2009

Lula pede tempo para decidir sobre extradição de Battisti

O presidente do Brasil Luis Inácio Lula da Silva terá de decidir se extradita ou não o ex-terrorista político Cesare Battisti. O Superior Tribunal Federal (STF) julgou na quarta-feira se Batistti deveria ser mandado para a Itália, país de origem, onde foi condenado à prisão perpétua.

Em uma sessão muito polêmica, os integrantes do STF, por cinco votos a quatro, decidiram pela extradição de Batistti e agora cabe ao presidente brasileiro decidir se o ex-terrorista volta para a Europa.

De acordo com pessoas mais próximas ao presidente, Lula ainda busca argumentos jurídicos para evitar a extradição de Batistti. Ainda de acordo com informações de bastidores, caso não encontre nenhuma justificativa, Lula deve acatar a decisão do STF, para evitar qualquer tipo de desgaste com o Poder Jurídico.

Batistti é acusado de cometer quatro assassinatos na década de 1970, e foi julgado à revelia em 1993. Condenado, Batistti,que estava refugiado na França, fugiu para o México e em seguida para o Brasil, onde recebeu refúgio político.