Publicado em: sábado, 28/06/2014

Luis Suárez disse à Fifa que não tinha intenção de agredir Chiellini

Luis Suárez disse à Fifa que não tinha intenção de agredir ChielliniFora da Copa do Mundo de 2014 após punição de nove jogos imposta pela Fifa, o atacante Luis Suárez garantiu à entidade máxima do futebol que não teve a intenção de morder o zagueiro Giorgios Chiellini, da Itália, durante a vitória da Seleção Uruguaia por 1 a 0, na última terça-feira (24), na Arena das Dunas, em Natal, pela terceira rodada do Grupo D. De acordo com o jogador, ele se desequilibrou e acabou acertando o rival.

Segundo o jornal espanhol AS, a Fifa levou em consideração a reincidência de mordidas de Suárez, já que o atacante já havia cometido o ato atuando pelo Liverpool, da Inglaterra, e pelo seu ex-clube, o Ajax, da Holanda. A entidade cedeu o documento de 12 páginas para o veículo espanhol, e no texto, consta que a punição aconteceu também devido ao não arrependimento do atleta.

Apesar das imagens, Suárez contou que subiu no lance com Chiellini com os joelhos juntos e acabou perdendo equilíbrio. Em seguida, o jogador do Liverpool teria somente ‘caído’ sobre Chiellini e ficou com um hematoma no rosto, além de uma forte dor de dente.

Vítima da agressão de Luis Suárez, Giorgios Chiellini, apesar do ocorrido, preferiu apenas lamentar a eliminação da Seleção Italiana na Copa do Mundo e considerou excessiva a punição ao atacante da Celeste Olímpica. Em sua opinião, ao menos, o atleta deveria ser liberado para acompanhar a delegação uruguaia nos próximos jogos.

Uruguai decide uma vaga para as quartas de final para a Copa do Mundo do Brasil neste sábado

A Seleção Uruguaia segue viva na Copa do Mundo de 2014 e encara a Colômbia neste sábado (28), às 17 horas, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pelas oitavas de final da competição. Se vencer, o Uruguai pegará o vencedor do jogo entre Brasil e Chile.