Publicado em: segunda-feira, 05/03/2012

Lucro da Light cai 46% em 2011 com aumento de custos

A Light registrou lucro líquido de R$ 310,6 milhões em 2011. Esse valor é 46% menor do que o obtido em 2010, quando a empresa fechou o ano com R$ 575,2 milhões. Essas informações foram repassadas pela empresa nesta sexta-feira. A receita líquida da Light, retirando a receita de construção, fechou 2011 com R$ 6,15 bilhões. É um aumento de 3,3% na comparação anual.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do ano passado ficou em R$ 1,24 bilhão, apresentando uma queda de 21,5% se comparado ao ano anterior. Segundo a empresa, a variação do Ebitda foi resultado do aumento de 12,2% nos custos da distribuidora e também na elevação dos custos com energia comprada.

Com a influência dessas variáveis, a margem Ebitda caiu de 26,6% em 2010 para 20,2% em 2011. De acordo com a Light, o setor de distribuição teve participação de 79,3% no Ebitda. O documento divulgado pela empresa, que tem sua sede no Rio de Janeiro, não apresentou dados sobre o quarto trimestre.

Light aprova financiamento e dividendos

O Conselho de Administração da Light aprovou nesta sexta-feira um financiamento de R$ 35,6 milhões para a Light Energia e dividendos no valor de R$ 181,5 milhões referentes ao resultado de 2011. O financiamento foi feito pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e será destinado para novos investimentos das hidrelétricas Santa Branca, Ilha dos Pombos, Fontes Nova, Pereira Passos e Nilo Peçanha, além das usinas Vigário e Santa Cecília. O objetivo é melhorar a eficiência energética.

O financiamento também inclui investimentos no Centro de Operações da empresa. O custo do financiamento é de Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), spread de 1,81% ao ano, sendo 80% pelo BNDES e pagamento em 60 meses.

Sobre os dividendos, a companhia aprovou a distribuição de R$181,5 milhões, o que equivale a 0,89 real por ação, sendo R$ 90,1 milhões referentes aos resultados de 2011 mais R$ 91,4 milhões referentes à reserva de lucros no fechamento de 2011.