Publicado em: segunda-feira, 09/07/2012

López Obrador irá pedir anulação das eleições do México

Nesta segunda-feira (9), o candidato e líder esquerdista do México, Andrés Manuel López Obrador afirmou que irá pedir a anulação das eleições presidenciais que aconteceram no dia 1º de julho. O pedido será feito para a justiça eleitoral na próxima quinta-feira. López Obrador alega que o partido de Enrique Peña Nieto, o PRI, que venceu o pleito, comprou cinco milhões de votos.

O anúncio de López Obrador foi dado em uma entrevista coletiva depois da divulgação dos resultados oficiais das eleições. Enrique Peña Nieto venceu a disputa eleitoral com 38,21%, enquanto López Obrador amargou o segundo lugar do pleito totalizando 31,59% dos votos. O candidato esquerdista afirma que as disposições constitucionais foram violadas e pede a anulação das eleições do México.

Sem dúvidas

López Obrador afirma que não possui duvidas de que o Partido Revolucionário Industrial (PRI) comprou aproximadamente cinco milhões de votos para favoreceu seu candidato nas eleições, Enrique Peña Nieto. O líder de esquerda mexicano afirmou na coletiva de imprensa que existem duas vias válidas: a invalidez do pleito e a anulação do mesmo.

López Obrador garantiu que as provas contra o PRI serão apresentadas na quinta-feira e, assim, será definido qual será o julgamento solicitado na justiça. Mesmo com a recontagem de mais da metade dos votos, López Obrador afirma que esta recontagem não foi suficiente para dar validade às eleições mexicanas do dia 1º de julho. O político garante que o movimento permanecerá pacífico.