Publicado em: quarta-feira, 01/08/2012

Londres 2012: Tiago Camilo perde o bronze e chora

Londres 2012: Tiago Camilo perde o bronze e choraTiago Camilo, lutador de judô do Brasil, estava querendo se tornar o brasileiro que tinha conquistado mais medalhas na modalidade em Olimpíadas. No entanto, não foi dessa vez que ele irá realizar o seu sonho. Na competição realizada nos jogos olímpicos de 2012, que estão sendo realizados em Londres, na Inglaterra, ele não conseguiu superar o bicampeão mundial Ilias Iliadis, da Grécia. Tiago Camilo, decepcionado, saiu da arena chorando, já que perdeu o bronze da categoria voltada para atletas com até 90 quilos.

O lutador brasileiro começou a disputa com superioridade e teve duas chances de derrubar o seu adversário. Por outro lado, o lutador grego conseguiu se defender e aos poucos foi ganhando espaço na luta, que foi bastante disputada.

Quando faltava 1m50s para a luta acabar, o brasileiro tomou uma advertência por falta de combatividade. Em seguida, ele foi punido com um segundo shido quando faltavam apenas 35 segundo para o confronto terminar e foi derrotado por um yuno.

Essa é a primeira vez, desde o ano de 1996, que um atleta brasileiro perde a disputa pela medalha de bronze. Essa é a primeira vez também que Tiago Camilo volta de uma edição dos jogos olímpicos sem levar nenhum medalha.

Com esta derrota, o brasileiro perdeu a chance de ser o único lutador de judô do nosso país a ir ao pódio olímpico por três vezes consecutivas. Isso porque Tiago Camilo conquistou a medalha de prata nas Olimpíadas de Sydney, no ano 2000, e a medalha de bronze nas Olimpíadas de Pequim, no ano de 2008.

Vale lembrar que mesmo com a derrota, o brasileiro teve uma boa manhã de lutas em Londres. Ele conseguiu vencer suas duas primeiras lutas por ippon, contra Roman Gontiuk, da Ucrânia, e Roberto Meloni, da Itália. A terceira luta, contra o uzbeque Dilshod Choriev, foi um pouco mais complicada, mas ele conseguiu vencer por um yuko. Sua primeira derrota aconteceu contra Dae Nam-Song, da Coreia do Sul, que venceu com um wazari.