Publicado em: quarta-feira, 11/07/2012

Londres 2012 – China terá 396 atletas nas Olimpíadas

Primeira colocada no quadro de medalhas das últimas Olimpíadas, a China informou nesta quarta-feira (11) que irá enviar aos Jogos Olímpicos de Londres uma delegação formada por quase 400 atletas. Ao todo 396 chineses irão competir na Inglaterra, e a delegação total do país asiático será de 621 pessoas.

As projeções chinesas para as Olimpíadas deste ano não são tão otimistas se comparadas à performance obtida quatro anos antes. Em Pequim-2008, a China obteve 51 medalhas de ouro, e embora tenha conquistado menos pódios que os Estados Unidos, terminou na liderança do quadro de medalhas justamente por ter o maior número de ouros.

Para Londres, no entanto, o discurso das autoridades da China ligadas ao Esporte é mais modesto. A projeção mínima dos chineses é conquistar 35 medalhas de ouro, acreditando que acima de 40 primeiros lugares já será suficiente para colocar um país como líder no quadro de medalhas. A estratégia da China é se sobressair em modalidades não tão badaladas, mas que rendem um elevado número de medalhas.

As apostas de pódio dos chineses estão no badminton, tênis de mesa, ginástica, tiro, saltos ornamentais e levantamento de peso. Em Pequim estas modalidades renderam ao país asiático 36 das 51 medalhas de ouros conquistadas. No tênis de mesa, badminton e saltos ornamentais, por exemplo, os chineses dominam e devem ter seus atletas brigando entre si pelos três primeiros lugares.

Este ano a China ainda tem expectativas de conquistar o primeiro lugar em provas do atletismo e da natação. Sun Yang, por exemplo, tem a melhor marca dos 1500 nado livre, e pode ser o primeiro atleta chinês a conquistar um ouro na natação. No atletismo, as esperanças estão sobre Liu Xiang, que compete nos 110 metros com barreira. Em 2004 ele foi responsável pelo primeiro ouro da China no atletismo, mas quatro anos mais tarde acabou decepcionando ao abandonar a prova em Pequim, por conta de uma lesão.