Publicado em: segunda-feira, 23/07/2012

Londres 2012 – Certo com Chelsea, Oscar garante foco nas Olimpíadas

Em meio à sua contratação pelo Chelsea, praticamente certa e que deve ser oficializada na sexta-feira (27), com a assinatura de contrato, o meia Oscar, da seleção brasileira de futebol masculino tenta manter o foco naquele que deveria ser o principal motivo para sua vinda a Londres: a disputa dos Jogos Olímpicos.

O jogador, que até o embarque para a Inglaterra pertencia ao Internacional, garante que está plenamente centrado na disputa dos Jogos Olímpicos, e evita dar maiores detalhes sobre a sua transferência para o clube londrino. Oscar afirmou que está concentrado na disputa da competição pela seleção brasileira, e que seu procurador é quem está cuidando da negociação com os ‘Blues’.

Oscar concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (23) e disse que primeiramente irá pensar em sua participação com o Brasil nas Olimpíadas, e que somente após o torneio é que irá focalizar sobre a eventual presença no Chelsea. O meia chegou a dizer que ‘seria um sonho’ defender o clube londrino, mas que no momento não pensa se seguirá no Internacional ou irá iniciar uma carreira no futebol europeu.

O atleta ainda declarou que se sente preparado para a eventual pressão de ser o camisa 10 da seleção brasileira em uma disputa como as Olimpíadas, única competição relevante que o Brasil ainda não venceu. O meia afirmou que já vinha usando a 10 em sua participações pela seleção brasileira nas categorias inferiores e que se espelha em outro nomes que se destacaram com a 10 pela seleção, caso de Zico, Ronaldinho e Pelé.

O presidente do Internacional, Giovanni Luigi confessou que a ida de Oscar para o Chelsea é uma mera questão de formalidade, já que havia sido firmado um ‘acordo verbal’ entre as duas equipes. O clube inglês teria desembolsado 25 milhões de libras, algo equivalente a quase R$ 79 milhões, para contar com o atleta de 20 anos.