Publicado em: terça-feira, 10/04/2012

Lojas oferecem prazos mais longos aos consumidores

Em função do enfraquecimento das vendas de itens de valor, o comércio tem apresentado uma nova estratégia para atingir os consumidores. A proposta é alongar os prazos de pagamento já pensando no Dia das Mães para impulsionar as vendas para esta data. Essa é considerada a segunda data mais importante para o setor do comércio. As lojas estão oferecendo até 24 meses para quitar a compra. Mesmo com as medidas tomadas pelo governo federal para melhorar as vendas, como a manutenção do IPI reduzido para os eletrodomésticos, os lojistas perceberam queda nas vendas no mês de março.

No entanto, mesmo com as estratégias do comércio, uma pesquisa mostra que os consumidores não devem consumir mais em abril e as vendas devem continuar mais fracas no próximo trimestre. Essa informação é resultado de uma pesquisa feita com consumidores sobre a intenção de compras de bens duráveis, viagens e artigos de vestuário. O levantamento foi feito pelo Provar e pela Felisoni Consultores Associados e indica que de 13 segmentos pesquisados, em 8 deles as vendas devem ficar mais baixas neste trimestre do que no mesmo período de 2011. A pesquisa completa deve ser divulgada amanhã, quarta-feira (11), pelo Provar. As entrevistas foram realizadas em São Paulo e ocorreram antes de os bancos anunciarem o corte de juros em até 80% para que o PIB cresça pelo menos 4% em 2012.

Lojas de móveis e eletrodomésticos fazem longos parcelamentos

As grandes redes começaram a fazer longas promoções. A Lojas Cem está anunciando há pouco mais de 30 dias prestações em até 20 vezes. De acordo com o supervisor da rede, José Domingos Alves, a taxa para o Dias das Mães deve crescer na empresa, mas a opção de aumentar a quantidade de parcelas foi para melhorar as vendas já que o mercado enfraqueceu em função do endividamento do consumidor no primeiro semestre.

O mesmo está sendo feito pelas Lojas Colombo que aumentaram as parcelas de 22 para 24 vezes. César Siqueira Anderson, diretor de vendas da rede, disse que as vendas cresceram no primeiro trimestre e a expectativa é de mais 10% em função do Dia das Mães.