Publicado em: sábado, 08/11/2014

Locais onde serão realizadas as provas do Enem contarão com mais de 17 mil detectores de metal para evitar que candidatos tirem selfies

Locais onde serão realizadas as provas do Enem contarão com mais de 17 mil detectores de metal para evitar que candidatos tirem selfiesOs locais onde serão realizadas as provas do Exame Nacional do Ensino Médio, contarão com mais de 17 mil detectores de metal, que servirão para que sejam evitadas possíveis fraudes e também que os candidatos retirem selfies no momento em que forem realizar os exames, segundo informações do Ministro da Educação, Henrique Paim, os candidatos que forem flagrados fazendo o uso de telefones celulares durante o exame serão automaticamente excluídos do exame.

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio começam a ser aplicadas neste sábado dia 8, a abertura dos portões será ao meio dia e o fechamento as 13h, de acordo com o horário de Brasília, em todo território nacional, a utilização de aparelho celular é proibida, na edição de 2013, 47 estudantes ficaram fora da avaliação por terem postado fotos em uma rede social, durante a realização do exame.

Questionado sobre o que será feito para que fraudes sejam evitadas, o Ministro da Educação preferiu não se pronunciar à respeito, mas fez questão de dizer, que para esta edição, serão adotadas as mesmas medidas de segurança do ano passado, porém com maior rigor, e completou dizendo que estratégias da parte de segurança não são divulgadas com antecedência.

Segundo Henrique haverá fiscais durante a execução do exame que estarão portando detectores de metais portáteis, portanto caso seja verificada alguma atitude suspeita por parte de um ou mais candidatos, estes podem ser convidados a passar pelo detector a qualquer momento do exame.

Durante o Enem é proibido o uso de celulares, agendas eletrônicas e similares, aparelhos de MP3, tablets, ipods e similares, smartphones, relógio, calculadoras, pendrives, alarmes de qualquer tipo ou transmissor, gravador ou receptor de dados, fotos, vídeos e ou mensagens, segundo informação do presidente do Inep, Francisco Soares, haverá um monitoramento de rede sociais o tempo todo durante a realização do exame para apurar irregularidades por parte de candidatos e também para identificação dos mesmos, o Inep é o órgão responsável pela realização do Enem.