Publicado em: quarta-feira, 21/12/2011

Lixo hospitalar será devolvido para os Estados Unidos

As 46 toneladas de lixo hospitalar que foram lacradas em dois contêineres e interditadas pela Receita Federal no Porto de Suape, região metropolitana de Recife, nos dias 11 e 13 de outubro, serão devolvidas para os Estados Unidos em janeiro de 2012, o país de onde foram enviadas.

A empresa Na Intimida, que possui sua sede em Santa Cruz do Capibaribe (PE), fazia a importação do material norte-americano para a confecção de forro para bolsos. A própria empresa será a responsável por fazer a devolução de o lixo hospitalar e também arcar com os custos do envio. A notícia foi anunciada nesta terça-feira, dia 20 de dezembro, pela Alfândega da Receita Federal.

A legislação do Brasil define que a carga irregular seja destruída. No caso dessa importação, a irregularidade da importação estava no registro, pois o conteúdo declarado era “tecidos de algodão com defeito”, mas o que realmente foi importado eram panos sujos com manchas que tinham características de sangue e dejetos biológicos, que traziam o logotipo de hospitais dos EUA.

O processo de devolução teve de passar por uma negociação com os Estados unidos através do Ministério das Relações Exteriores. Em um comunicado, a Receita Federal disse que a entrega do material teve a aceitação da Polícia Federal, o Ministério Público Federal e da Justiça Federal em Pernambuco, além do apoio do Departamento de Segurança Interna norte-americano.