Publicado em: quarta-feira, 28/03/2012

Livro ensina homens a baterem e controlarem suas esposas

Repressão contra mulheres em algumas culturas é considerada normal. As mulheres são submetidas, certas vezes, a agressões físicas e verbais por parte de seus próprios maridos. Um livro, impresso na Índia, ensina, em 160 páginas, como os homens devem bater e controlar suas respectivas esposas. De acordo com a versão on-line do tabloide “Toronto Sun”, a publicação já está esgotada em uma livraria do Canadá.

“Uma dádiva para casais muçulmanos”, nome do livro, foi escrito por Hazrat Maulana Ashraf Ali Thanvi, que é descrito na obra como “escritor prolífico sobre quase todos os tópicos dos ensinamentos islâmicos”. De acordo com a reportagem do tabloide, o proprietário da livraria que comercializava o livro no Canadá não quis se pronunciar sobre o assunto, e o jornal também não sabe se o homem encomendou mais exemplares do livro.

Ensinamentos do livro

De acordo com a publicação do tabloide, logo nas primeiras páginas, o autor afirma que, se preciso, o homem pode conter sua mulher usando a força e também fazer ameaças. No entanto, logo depois, o livro faz declarações contraditórias com o começo, e diz que, mesmo que a esposa seja lenta e estúpida, é preciso tratá-la com amor e bondade.

O livro ainda trata sobre os direitos de um marido no casamento. Entre eles está a “incapacidade da esposa para deixar sua casa sem a sua permissão”. Além disso, o autor do livro ainda diz que a mulher deve atender e satisfazer a todos os desejos do marido e não se descuidar, estando sempre bonita para o homem. O livro também trata sobre as punições, a afirma que o marido deve bater na mulher com a mão ou também usando uma vara, porém “deve evitar bater em excesso”.