Publicado em: quinta-feira, 05/04/2012

Líder do governo esnoba Valcke ao dizer que o convite era ao presidente da Fifa

O líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), esnobou o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, em uma audiência pública em Brasília que aconteceria na semana que vem. O senador afirmou que o nome de Valcke sequer foi cogitado para o evento.

Braga explicou que o convite feito pela Comissão de Cultura, Educação e Esporte era exclusivamente para o presidente da Fifa, Jospeh Blatter, e não para Valcke. Blatter, alegando problemas na agenda, indicou o secretário-geral, e o Senado decidiu cancelar a audiência.

O senador amazonense reforçou que o convite foi feito exclusivamente para Blatter, e que uma nova data deverá ser marcada, caso o presidente da Fifa queira comparecer ao Congresso para debater a Copa do Mundo de 2014 e a Lei Geral.

Valcke é visto com maus olhos pelo governo brasileiro desde a polêmica declaração onde afirmava que o Brasil precisaria receber um ‘chute no traseiro’ para agilizar os preparativos para o Mundial que irá receber daqui a dois anos.