Publicado em: terça-feira, 01/11/2011

Líbia escolhe primeiro ministro interino em eleição do CNT

O Conselho Nacional de Transição nomeou na última segunda-feira (31) o novo primeiro-ministro da Líbia, engenheiro eletrônico Abdel Rahim al-Kib. O escolhido chega para dar continuidade ao trabalho de Mahmoud Jibril, que seguia até então como líder do órgão que organizou a queda do regime de Muamar Kadafi, ex-ditador do país. O anúncio da escolha por al-Kib vem depois de dias que a morte de Kadafi foi confirmada e coincidiu com a visita do secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen.

Em seu primeiro pronunciamento como primeiro-ministro, al-Kib declarou que vai manter o compromisso com a consolidação de um estado democrático que respeito o cumprimento dos direitos humanos. “Estamos envolvidos na construção de uma nação que não aceitara violações dos direitos humanos,” afirmou o primeiro-ministro. Para al-Kib, a atual situação da Líbia foi alcançada pelo povo, que fez o primeiro levante contra o governo de Kadafi em 17 de fevereiro.

O novo representante escolhido defendeu que o país deve ser reconstruído “sobre a base da confiança, respeito e fraternidade, para alcançar deste modo a estabilidade que tanto deseja e necessita Líbia”. A sua vitória foi garantida por ter conquistado a maioria de 26 votos do total de 51 integrantes do CNT.

De acordo com a agência de notícias Reuters, a votação foi feita em frente de repórteres. O ex-primeiro ministro, Mahmoud Jibril, preferiu não se candidatar a essa primeira eleição. O presidente do CNT, Mustafá Abdul Jalil, foi o primeiro a votar. Além de al-Kib, outros três nomes concorreram ao cargo.