Publicado em: quinta-feira, 26/04/2012

Libertadores: Santos cai em La Paz e reclama da violência da torcida

O Santos mais uma vez sentiu o peso de jogar em La Paz nesta Libertadores da América, e saiu em desvantagem no duelo com o Bolívar, pelas oitavas de final. Jogando fora de casa, os santistas enfrentaram uma série de adversidades na noite de quarta-feira (25), e acabaram perdendo por 2 a 1.

Além da altitude dos mais de 3 mil metros acima do nível do mar, o Santos ainda viu seu principal jogador entrar em campo gripado e sofrer com a forte marcação, além de reclamar da violência vinda das arquibancadas.

Por várias vezes Neymar alegou ter sido alvo da violência dos defensores do time boliviano, e já no final da partida, alegou ter sido atingido por um objeto vindo das arquibancadas. O técnico Muricy Ramalho afirmou que uma banana teria sido jogada em campo.

Os três gols da partida tiveram como origem cobranças de falta. Já a um minuto de jogo, Campos cobrou com efeito, e a bola entrou após bater na trave a nas costas de Rafael. Maranhão, após a cobrança de falta de Elano bater na trave, empatou, e a vitória do Bolívar veio novamente com Campos, também de falta. A partida de volta será no dia 10 de maio, na Vila Belmiro, e para o Santos se classificar basta uma vitória por 1 a 0.