Libertadores – Boca escolhe hotel longe do Pacaembu por segurança

Nesta terça-feira (3), o Boca Juniors chega à São Paulo para disputar a final da Taça Libertadores contra o Corinthians, e preparou um esquema de segurança especial para sua estada no Brasil. Com medo da reação da torcida do Timão, o elenco do time argentino preferiu se instalar em hotel bem longe do estádio onde será realizada a partida, o Pacaembu. A delegação do Boca para a disputa possui 100 membros, e mais de 20 deles são seguranças.

A equipe do Boca desembarcou no Brasil no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Do aeroporto, a delegação argentina se encaminhou para o Hotel Hilton, localizado no bairro do Morumbi. O gerente de comunicação da equipe de Buenos Aires disse em uma entrevista que o local isolado foi escolhido porque a delegação deseja priorizar a segurança dos atletas.

Escolta

O gerente de comunicação disse também que, para saírem do hotel até o Pacaembu, será feita uma escolta para garantir a segurança total da delegação do Boca Juniors. Toda a equipe que veio da Argentina está instalada no Hotel Hilton. De acordo com a gerência administrativa do local, todas as acomodações em que a delegação está hospedada possuem isolamento acústico.

Dês forma, a delegação da equipe argentina acredita que os jogadores não irão se incomodar com as prováveis manifestações da torcida do Corinthians, que está planejando soltar fogos de artifício em frente ao hotel. O Boca Juniors fará um único treino no Pacaembu, às 19h. A delegação argentina ainda não decidiu se o treino será aberto para jornalistas.

+ Esportes

Buscar

Curtir