Publicado em: quarta-feira, 27/06/2012

Libertadores 2012 – Corinthians inicia decisão histórica

O Corinthians inicia nesta quarta-feira (27) a sua caminhada em busca do título inédito da Copa Libertadores da América. O time brasileiro faz, a partir das 21h50 (horário de Brasília), o jogo de ida da final do torneio continental, diante do Boca Juniors, da Argentina.

O caráter da decisão é histórico para os corintianos. Nunca o time alvinegro esteve tão perto de assegurar o título que é visto por muitos no Parque São Jorge como uma ‘obsessão’, sobretudo pelo fato de todos os outros rivais paulistas já terem em sua galeria pelo menos uma edição do troféu sul-americano, enquanto que o alvinegro, até este ano, tinha como melhor resultado na Libertadores uma semifinal.

O desafio, no entanto, é grande para o Corinthians. O retrospecto dos adversários na competição sul-americana é temível. O Boca Juniors já acumula dez finais de Libertadores, tendo vencido seis vezes e busca se igualar ao Independiente, também da Argentina, como o maior vencedor da Libertadores.

Os xeneizes também são temidos pelas equipes brasileiras, já que se tornou nos últimos anos uma espécie de carrasco de times do Brasil. Em finais contra Palmeiras, Santos e Grêmio – além do Cruzeiro em 1977 – foram vítimas recentes do Boca em finais da Libertadores. O retrospecto dos últimos anos também aponta números negativos para os brasileiros em confrontos com equipes da Argentina em decisões. A última vez que uma equipe do Brasil bateu os vizinhos sul-americanos foi em 1992, com o São Paulo, sobre o Newell’s Old Boys.

Neste primeiro jogo, o principal desafio dos corintianos é tentar neutralizar a força do mítico estádio La Bombonera e a pressão exercida pela torcida, que rapidamente esgotou os ingressos para o jogo desta quarta-feira. Em campo, a apostas dos argentinos recai sobre o veterano meia Juan Román Riquelme, além do centroavante Santiago Silva, que, inclusive, conta com uma rápida – e sem sucesso – passagem pelo Corinthians.