Publicado em: quarta-feira, 08/01/2014

Levantamento indica que meditar 30 minutos diários suaviza aflição e depressão

Levantamento indica que meditar 30 minutos diários suaviza aflição e depressãoMeditar durante trinta minutos diariamente auxilia a abrandar os presságios da aflição e da depressão, desponta uma apreciação realizada com suporte em implicações de cerca de 50 análises clínicas.

Para o autor do estudo, o professor Johns Hopkins uma grande quantidade de pessoas questiona à meditação, contudo este treino não é respeitado item de determinada terapia médica. O documento foi noticiado na edição on-line do “Journal of the American Medical Association (JAMA), ontem.

Os especialistas aferiram o grau de modificação dos sintomas entre os indivíduos que passam por uma extensa gama de dificuldades de saúde, como a insônia ou a fibromialgia, uma perturbação que dá origem aflições musculares crônicas. Somente uma minoria destes doentes padecia de uma doença mental, afiançaram os autores.

Eles examinaram que a meditação apreciada como “de plena consciência”, uma prática budista que incide em empregar a atenção no instante atual, revelou-se individualmente esperançosa.

Esta apreciação abrangeu 47 exames clínicos com um integral de 3.515 voluntários que exercitavam distintas metodologias de meditação e que suportavam várias dificuldades mentais e físicas, dentre os quais depressão, aflição, estresse, falta de sono e até mesmo diabetes ou neoplasma.