Publicado em: quinta-feira, 06/09/2012

Lenovo compra CCE

Lenovo compra CCE Nessa quarta-feira, 5 de setembro, a empresa chinesa conhecida como Lenovo anunciou que comprou a empresa de eletrônicos CCE. De acordo com especialistas, a negociação pode alcançar valores equivalentes a R$ 700 milhões. A compra da CCE pela Lenovo faz parte de um plano que tem como principal objetivo tirar da Positivo Informática a liderança na venda de computadores pessoais no mercado brasileiro. A meta é de que isso aconteça em, no máximo, três anos.

Como base, a aquisição tem o valor de R$ 300 milhões, mas o valor da compra pode aumentar em até R$ 400 milhões caso alguns indicadores de desempenho da CCE sejam cumpridos nos próximos quatro anos.

Yang Yuanging, que é o presidente-executivo da Lenovo, deu uma coletiva para a imprensa nessa quarta-feira e na ocasião lembrou que o Brasil é o terceiro mercado de computadores pessoais em todo o mundo. Além disso, ele lembrou que, o Brasil era o único país que a Lenovo não está entre as três principais empresas no BRICs, grupo econômico formado por Brasil, Rússia, Índia e China.

Quando levado em conta o mundo inteiro, a Lenovo é a segunda maior fabricante de computadores pessoais, ficando apenas atrás da companhia norte americana HP. De acordo com o presidente-executivo da companhia chinesa, com a compra da CCE, a Lenovo vai dobrar sua participação no mercado brasileiro de Pcs, indo para 7%. Assim, a companhia, que antes era a sétima, será a terceira maior empresa neste segmento do mercado brasileiro.

O presidente da Lenovo no Brasil, Dan Stone, disse que acredita que a empresa possa conquistar a liderança do mercado nacional nos próximos três anos.