Publicado em: quarta-feira, 24/10/2012

Leilão de virgindade de jovem brasileira encerrou em U$ 780 mil

Leilão de virgindade de jovem brasileira encerrou em U$ 780 milA virgindade da jovem brasileira Catarina encerrou no valor de, aproximadamente, R$ 1,5 mi, no site do projeto de um documentário Virgins Wanted. Apenas ontem (23), que era o penúltimo dia dos lances, já que as apostas terminam ás 21horas do dia 24 em Sidney (9h no Brasil), três interessados ofereceram valores que são superiores á R$ 800 mil. Segundo o site o dono do maior lance até agora é de um morador do Japão, identificado apenas como Natsu. Catarina chegou á Austrália no último final de semana do dia 14, depois de não conseguir, duas vezes, o visto. Ela afirmou que está muito contente em estar ali, já que tudo é novidade. Ela garantiu que está muito envolvida com o filme, mas que pretende percorrer o país para conhecer outras cidades, assim que tenha mais tempo. A jovem catarinense está hospedada em um hotel bem próximo á Ópera Houve, na área central de Sidney. Assim que desceu do avião ele participou de algumas filmagens em alguns pontos turísticos da cidade.

O leilão da virgindade da menina está fazendo parte de um documentário, que foi idealizado por um australiano chamado Justin Sisely. O diretor afirma que o objetivo é mostrar como se dá o desenvolvimento emocional de dois jovens, antes e depois da primeira relação sexual. O outro integrante do filme é o russo Alex Stepanov, que tem 23 anos, e terá sua primeira vez com um brasileiro, ou brasileira, conhecida apenas como “nenê.b”, e pagou um pouco mais a R$ 6 mil para tirar a virgindade do rapaz que é heterossexual. O documentário, se tudo der certo, será lançado no ano de 2013. Justin afirma que o filme terá duração de uma hora e meia e que vai mostrar como se deu o desenvolvimento emocional e psicológico de Catarina. Ainda segundo ele, o arquivo de imagens já teria chegado á 100 horas, e que se o projeto for bem sucedido, poderia dar origem á uma série de televisão com outros jovens virgens.