Publicado em: segunda-feira, 23/01/2012

Leão espera longo tempo sem Rogério Ceni e procura substituto

O técnico do São Paulo, Emerson Leão, trata a lesão do goleiro Rogério Ceni com certo pessimismo. Para o treinador, a lesão no ombro do maior ídolo atual do time terá que ser resolvida com cirurgia e por isso já pensa em não contar com o capitão por até meio ano. Agora, a busca de Leão é por um novo goleiro que seja capaz de substituir o titular absoluto.

Leão diz quo o médico do São Paulo, José Sanchez, se mostrou preocupado com a dor de Rogério e diz que esse problema não é novo e acontece de tanto treinar, como em qualquer outro jogador na mesma posição. O doutor da equipe afirmou que o goleiro só não foi operado até agora porque pediu uma semana para ver se conseguia melhorar com o tratamento convencional.

O técnico acredita ser difícil conseguir reverter o problema, mas disse que Rogério quer tentar. Leão afirmou que entende o que se passa na cabeça de Rogério Ceni, que completou 39 anos de idade neste domingo. Ele disse que o goleiro foi titular no São Paulo por anos e que agora pode ficar de cinco a seis meses parado e que isso gera um desespero natural no jogador.

Se o goleiro titular precisar passar por alguma cirurgia e tiver que ficar fora dos gramados, Leão disse que pretende chamar outro goleiro, apesar do bom desempenho de Denis nos últimos treinamentos e na estreia do Paulistão. Depois da entrevista coletiva, o técnico do São afirmou que quer conseguir um goleiro jovem mas que tenha experiência, com vontade de ficar no clube por mais de dez anos.