Publicado em: terça-feira, 19/11/2013

Laudo indica que Brittany Murphy morreu por envenenamento

Laudo indica que Brittany Murphy morreu por envenenamentoUm novo laudo da polícia americana indica que a atriz Brittany Murphy e seu marido, o produtor Simon Monjack, podem ter morrido em decorrência de um envenenamento. O laudo foi emitido pelo laboratório The Carlson Company, que foi contratado pelo pai da atriz para esclarecer a morte de Brittany. O documento aponta que os dois, que acabaram morrendo num intervalo de cinco meses, apresentavam níveis muito acima do normal de dez metais pesados no organismo.

O pai de Murphy, Angelo Bertolotti, foi quem sempre contestou a conclusão inicial de que a atriz e o genro haviam sido vítimas de doenças como anemia e pneumonia, apresentadas na época como a causa pelo Departamento de Polícia de Los Angeles. As autoridades confirmaram que na época não foram realizados exames para detectar a presença das substâncias que foram agora encontradas nas amostras de cabelos e tecidos do casal. Bertolotti apresentou dificuldades em conseguir a autorização judicial para conseguir as amostras, por isso a demora em obter o laudo.

Foi divulgado pelo site Examiner, que foi quem teve acesso e publicou as fotos do laudo e dos testes, que as amostras do cabelo da atriz apresentavam níveis de duas a nove vezes acima do que a OMS considera alto para algumas substâncias. Estes materiais seriam normalmente encontrados em inseticidas e venenos de ratos. O laudo indica ainda que se não for confirmada a exposição das duas vítimas de forma acidental a estes materiais, a outra explicação lógica seria que as substâncias foram administradas ao casal por terceiros.

O laboratório também aponta que os sintomas causados pela exposição aos metais podem envolver dores de cabeça, alterações gastrointestinais, respiratórias, neurológicas, tonturas, dores abdominais, tosse, pneumonia, tremores e outros. Todos os sintomas foram registrados tanto por Murphy quanto por seu marido, pouco antes das mortes, em dezembro de 2009 e maio de 2010. Murphy tinha 32 anos e o marido 39. O pai da atriz sempre garantiu que a loira não era anoréxica nem viciada em drogas, como foi sugerido. Ele garante ainda que não vai descansar enquanto a verdade sobre as mortes não for esclarecida, que vai conseguir garantir a justiça por Brittany.