Publicado em: sexta-feira, 05/04/2013

Laudo confirma morte de Chorão por overdose

Chorão morreu por overdose de cocaína, diz laudo de IMLFoi confirmado através de laudo do exame toxicológico que o cantor Alexandre Magno Abrão, o Chorão, morreu por conta de uma overdose de cocaína. O vocalista da banda Charlie Brown Júnior foi encontrado por colegas no apartamento em seis de março, já morto pelo efeito da droga. Depois de análise no local, a polícia coletou amostras de pó branco no apartamento do cantor.

O laudo do IML aponta que foram encontradas no corpo de Chorão quase 4,8 microgramas de cocaína por mililitro de sangue, um índice alto, que resultou na intoxicação exógena do organismo devido a cocaína. Uma coletiva de imprensa foi cedida pelo delegado Itagiba Franco, diretor da Divisão de Homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) confirmou o resultado do laudo.

O delegado afirmou que o resultado do exame confirma o que eles já estavam prevendo, já que não havia nenhum sinal de morte violenta ou homicídio. De acordo com ele, a overdose aliada ao comprometimento físico de Chorão, acabou potencializando a morte do cantor. Isso significa que as condições físicas de Chorão já estavam bastante limitadas, mas que a dose de cocaína foi fatal para este resultado.