Publicado em: quinta-feira, 02/08/2012

Kofi Annan renuncia cargo da ONU

Kofi Annan renuncia cargo da ONUNesta quinta-feira (2), Kofi Annan renunciou o cargo de enviado especial da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Liga Árabe. A decisão foi anunciada através de um comunicado emitido pelo secretário-geral da organização, BanKi-moon. A renúncia acontece em um período em que a violência na Síria só aumenta. Kofi Annan foi nomeado enviado especial no dia 23 de fevereiro de2012.

BanKi-moon informou, através do comunicado, que Kofi Annan disse a ele, e também para sr. Nabil Elaraby, secretário-geral da Liga Árabe, que não pretende fazer a renovação de seu mandato como enviado especial da ONU. o mandato de Kofi Annan na organização termina no dia 31 de agosto. Ban Ki-moon afirma que ele e o secretário-geral da Liga Árabe já estão discutindo para escolher o novo enviado especial.

Admiração

Em seu comunicado, Ban Ki-moon declarou que Kafi Annan merece que todos tenham admiração por ele devido a maneira altruísta como atua. Como enviado especialda ONU, Kofi Annan propôs um plano para acabar com os conflitos na regiãosóroa. Porém, nem a oposição do país nem o governo de Bashar al Assas aceitaramo acordo proposto.

BanKi-moon declarou na última segunda-feira (30), que pelo menos 2 milhões depessoas sofreram com os ataques que acontecem constantemente na Síria desde oano passado entre a oposição e as forças do governo. De acordo com osecretário-geral da ONU, se os conflitos não acabarem rapidamente, os ataquespoderão se difundir para os países próximos a Síria.