Publicado em: segunda-feira, 15/04/2013

Kléber lembra torcida gremista que Marcelo Moreno desrespeitou o Grêmio

Kléber lembra torcida gremista que pede retorno de Marcelo Moreno que atacante desrespeitou o GrêmioMesmo que a torcida gremista venha a pedir, Marcelo Moreno não está mais nos planos do tricolor e não há mais ambiente para que atue outra vez pela equipe. Fora ter desagradado tanto treinador quanto direção, as declarações que ele fez reclamando estar na reserva chegaram a incomodar os outros jogadores do Grêmio. Kleber, depois do empate sem gols frente ao Novo Hamburgo, revelou o sentimento que tem.

Kléber afirmou que nunca vai ver a mulher dele, ou o pai ou outro familiar ir até o Twitter ou a imprensa fazer reclamações contra alguém e se caso venham a fazer isso, vão sofrer problemas em casa. Da família dele, ele cuida e a postura adotada por Marcelo Moreno foi desrespeito para o elenco, o treinador e o clube.

O Gladiador fez citações para as declarações do pai do atacante brasileiro que atua pela seleção boliviana, que falou que o Grêmio era um timinho quando reclamou de uma possível ida do filho para o Palmeiras, durante a negociação que fez com que o atacante Barcos fosse ao time do Rio Grande do Sul.

Kléber lembrou ainda do desafio que o camisa 9 tinha feito, que duvida que os colegas pudessem fazer 22 gols, que foi a quantidade de gols que ele marcou na última temporada. E disse que nem levaram isso a sério. Pois o Barcos marcou vinte e tantos no ano passado, e ele mesmo fez 15 durante a última temporada mesmo ficando quatro meses parado devido a uma lesão. Ele afirma que todos tentam fazer o melhor, pois para que sejam marcados 22 gols, alguém precisa passar, e outro tem que defender.

Kléber diz que o time reconhece o que o atacante fez e diz que ficaram felizes por tudo isso, porém não gostaram das declarações. Não apenas pela quantidade de gols, mas sim de dizer o Grêmio era um timinho. E ele diz que o torcedor que pede que o Moreno volte precisa lembrar que ele falou isso. E afirmou que postura tomada por Moreno, e pelo pai que é o assessor dele, é uma coisa que não cabe.

Moreno jogou a última partida pelo Grêmio no dia 24 de fevereiro, durante a derrota em um Gre-Nal nas quartas de final do primeiro turno. A diretoria já recebeu sondagens de Cruzeiro, Botafogo e de Palmeiras, porém o jogador preferiu continuar no clube tricolor de Porto Alegre.