Publicado em: terça-feira, 07/08/2012

Kim Dotcom afirma que policiais o espancaram

Kim Dotcom afirma que policiais o espancaramNesta terça-feira (7), o fundador do site Megaupload, Kim Dotcom, afirmou que a polícia da Nova Zelândia o socou e o chutou quando entraram em sua residência. Dotcom está envolvido nas investigações dos Estados Unidos sobre fraude e pirataria. Ele afirmou que ficou muito assustado quando os policiais chegaram em janeiro, e eles estavam em helicópteros.

O fundador do Megaupload é alemão e está em uma batalha judicial para não ser extraditado da Nova Zelândia para os Estados Unidos. Dotcom afirmou que, quando aconteceu a batida policial em sua mansão, ele ouviu barulhos e gritaria e correr para um dos quartos dos fundos da casa, quando a polícia finalmente o encontrou.

Espancamento

Para a corte, Dotcom afirma que os policiais o bateram no rosto e o chutaram até que ele caiu no chão. O fundador do site conta que pedia para que os oficiais parassem de machucá-lo porque aquilo não tinha necessidade. As autoridades da Nova Zelândia revistaram a mansão de Dotcom atendendo a uma solicitação do FBI. No local, foram confiscados discos rígidos e computadores, além de carros luxuosos e obras de arte.

O FBI afirma que o fundador do site de compartilhamento era o chefe de um grupo que faturou US% 175 milhões devido a cópias de filmes, músicas e diversos conteúdos que são possuem direitos autorais. Os advogados de defesa de Dotcom afirmam que ele apenas fornecia o armazenamento dos conteúdos na web. Mais três pessoas foram detidas na batida policial.