Publicado em: terça-feira, 06/09/2011

Kassab defende que pesquisas refletem circunstâncias, após Datafolha mostrar queda na aprovação ao seu governo

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, declarou que pesquisas “refletem circunstâncias”, depois da Datafolha ter divulgado novos índices sobre a aprovação ao seu governo, os quais mostram uma queda na avaliação positiva. Para ele, a sua imagem como prefeito vai voltar a ser mais positiva até o final da sua gestão, em 2012. Kassab concedeu a afirmação durante um seminário na Universidade Mackenzie promovido por Marta Suplicy, ex-prefeita de São Paulo.

Para Kassab, “a pesquisa sempre reflete circunstâncias e também tem resultados positivos. O importante é que a cidade tem melhorado em todos os seus aspectos. Vamos aguardar até o final da gestão. É uma gestão que faz muito pela cidade e que eu tenho a felicidade de conduzi-la, com uma excelente equipe e muito confiante com relação ao resultado final da gestão. Precisamos aguardar finalização da gestão.” Até o momento, Marta garante que é pré-candidata à prefeitura de São Paulo e as pesquisas iniciais mostram sua liderança frente aos outros possíveis candidatos.

No mesmo evento, Kassab negou que a sua nova sigla, o Partido Social Democrático (PSD), tenha a intenção de se aliar ao PT em São Paulo nas eleições de 2012. Para o prefeito, a divergência entre os dois partidos mostra uma competição saudável para São Paulo e permite ver distinções entre as duas maneiras de governar.

O PSD ainda está em fase de criação, pois o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) precisa analisar o pedido de registro para dar validade ao partido na participação das eleições de 2012.