Publicado em: quinta-feira, 08/09/2011

Kadafi envia mensagem por arquivo de áudio afirmando que não está foragido no Níger

O ex-ditador líbio, Muamar Kadafi, concedeu uma entrevista por telefone à emissora de televisão local, o canal da Arrai, declarando que as informações a respeito da sua suposta fuga para o Níger são mentiras. A emissora transmitiu um arquivo de áudio gravado por telefone nesta quinta-feira (07), durante o qual Kadafi chama de “guerra psicológica e mentiras” as informações divulgadas pelo Conselho Nacional de Transição.

Com a transmissão, a mensagem passa a ser a primeira em vários dias que o ex-líder envia àqueles ainda fiéis ao seu governo. Durante seu pronunciamento, Kadafi afirma que “já não resta a eles mais nada que a guerra psicológica e as mentiras. Afirmaram recentemente que viram Kadhafi em um comboio que seguia para Níger. Quantos comboios de contrabandistas, de mercadorias e de pessoas entram no deserto todos os dias para o Sudão, Chade, Mali ou Argélia. Como se fosse a primeira vez que um comboio entra em Níger!”

Ao mesmo tempo, o ministro das Relações Exteriores do Níger, Mohamed Bazoum, afirmou que o governo do país ainda estava decidindo sobre qual atitude tomaria caso Kadafi realmente entrasse no seu território. Na semana passada, o governo do Níger reconheceu a legitimidade do CNT, mas as autoridades nigerianas concederam asilo a outros membros do regime de Kadafi.

Com relação a estes, o governo nigeriano declarou que os refugiados serão tratados sob as leis internacionais de refúgio. Além disso, quem conseguiu asilo no Níger terá o direito de se deslocar a outro país. Enquanto isso, o CNT pede que os envolvidos com o regime de Kadafi sejam entregues à Líbia.