Publicado em: quinta-feira, 19/07/2012

Justiça reconhece que goleiro Bruno é pai do filho de Eliza Samudio

A justiça do Rio de Janeiro publicou sentença de reconhecimento de paternidade do filho de Eliza Samudio pelo goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, conforme o juiz em sentença. Acriança deve ter o sobrenome do pai e constar na certidão de nascimento da criança. A decisão foi tomada sem o DNA, pois o goleiro havia se recusado adoar o material para comparação. Eliza Samudio deu entrada no processo de reconhecimento de paternidade e pagamento de pensão alimentícia em agosto de2009, ainda durante a gravidez.

Atualmente o filho está com 2 anos e vive com a avó Sônia de Fátima Moura, mãe de Eliza, que possui a guarda legal da criança. Ele recebe auxílio psicológico e é criado de acordo com a renda familiar da avó.

O caso aconteceu quando eliza desapareceu no dia 04 de junho de 2010 quando estava em viagem do Rio de janeiro para Minas Gerais a convite do goleiro, antes disso a modelo já havia dado queixa sobre o goleiro Bruno que havia forçado a mesma a tomar remédios abortivos e agressão. Bruno foi condenado em dezembro de 2010 a quatro anos e seis meses de prisão por cárcere privado, lesão corporal e constrangimento ilegal contra Eliza.O goleiro e mais sete réus irão a jurí popular no processo de desaparecimento e morte de Eliza, porém o corpo ainda não foi encontrado.

O advogado está confiante de que Bruno deixará a prisão após o julgamento do hábeas corpus pelos desembargadores do Superior Tribunal Federal (STF), ainda sem data para acontecer.