Publicado em: quarta-feira, 30/05/2012

Justiça mineira concede liberdade condicional ao goleiro Bruno

O ex-goleiro do Flamengo Bruno teve um pedido de liberdade condicional confirmado pela Justiça mineira. O jogador foi condenado por lesão corporal e cárcere privado da modelo Eliza Samúdio.

Entretanto, Bruno ainda não vai sair da cadeia. Isso porque para que o pedido seja confirmado o processo de liberdade condicional terá que ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal para ter validade.

O jogador já teria o direito a liberdade condicional desde o dia 6 de janeiro de 2012, mas como o processo demorou para chegar até a cidade de Contagem-MG, local onde o jogador está preso, o juiz Wagner Cavalieri confirmou o pedido apenas nesta semana.

De acordo com o advogado de Bruno, Rui Pimenta, o STF deverá julgar este processo em no máximo 30 dias e a partir de uma decisão favorável ele poderá sair pela porta da frente da cadeia.