Publicado em: sexta-feira, 07/06/2013

Justiça Federal interrompe reintegração de posse no Mato Grosso do Sul

Justiça Federal interrompe reintegração de posse no Mato Grosso do SulA ordem para a reintegração de posse foi suspensa pela Justiça Federal na fazenda Buriti. O caso acontece na cidade de Sidrolândia, no estado do Mato Grosso do Sul. A determinação previa o prazo para a saída de 500 índios do local na manhã de quarta-feira (5). O que não aconteceu. Os índios continuaram na área em que estão desde o dia 15 do mês passado.

Por isso, mais policiais chegaram lá com a justificativa de manter a ordem. Da Força Nacional foram 110 pessoas. Outros cem policiais federais também estão na cidade para evitar novos embates. Quem solicitou ajuda foi André Puccinelli, o governador sul matogrossente. Ele é filiado ao PMDB.

José Eduardo Cardozo é o ministro da Justiça e declarou que foi Dilma que fez a determinação. Segundo ele, a atitude também teve a intenção de servir como conversa entre as lideranças. Ele diz que é necessário um acordo com violência. Porém, no dia 30 de maio, Osiel Gabriel veio a óbito. Ele era um índio terena. A Polícia Federal faz as investigações para verificar casos de abusos tanto por parte dos policiais quanto dos próprios índios.

A morte de Osiel ocorreu enquanto os policiais faziam a retirada dos índios terenas da propriedade rural. Esse é o desenrolar da história sobre a disputa de espaço entre grandes latifundiários e indígenas. Cardozo afirma que a questão precisa ser pensada com tranqüilidade tanto na cidade de Sidrolândia quanto em qualquer outro local do país. Ele ainda reitera que o governo federal não mede esforços para que haja diálogo em qualquer situação.

Dilma Rousseff, presidente do Brasil, anunciou que as decisões da Justiça Federal devem ser acatadas, não há escolha. Ela diz que o governo cumpre todas as leis. Dilma fala que não se deve ignorar os povos indígenas de lá. Mas há também o outro lado, o das pessoas que procuraram se estabelecer naquele local. A situação, contudo, deve ser decidida com muito diálogo.