Publicado em: quinta-feira, 19/01/2012

Justiça cancela eleição no Vasco

A Justiça do Rio de Janeiro cancelou a eleição no Vasco da Gama, que reelegeu Roberto Dinamite à presidência do clube carioca. A decisão atendeu a um pedido do advogado Itamar Moreira, que representa o candidato da oposição, Pedro Valente.

A chapa derrotada alega irregularidades na eleição que deu a Dinamite o direito de permanecer à frente do clube por mais três anos. A escolha do presidente vascaíno foi bastante tumultuada, com acusações por parte das duas chapas.

O pleito no Vasco acontece de forma indireta. O candidato que recebe mais votos dos sócios garante o maior número de conselheiros, que aí sim definem que será o presidente do clube. Roberto Dinamite já havia vencido o pleito em 2009.

O ex-presidente vascaíno, Eurico Miranda, já havia acusado a chapa de Dinamite de fraudar as eleições, afirmando que ela havia conseguido a relação de votantes. A decisão da Justiça cabe recurso e os advogados do atual presidente vascaíno já adiantaram que irão recorrer.