Publicado em: terça-feira, 17/01/2012

Juros ao consumidor foram os menores desde 1995

Os juros cobrado aos consumidores brasileiros em financiamento no mês de dezembro chegaram ao menor índice de avaliação desde 1995. Os dados foram divulgados pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) nesta segunda-feira (16).

A taxa cobrada no mês de dezembro foi de 6,58% no mesmo, chegando ao valor de 114,86% no acumulado anual. Entre todas as linhas cobradas para as pessoas físicas, a Anefac aponta que cinco delas apresentaram redução, enquanto apenas uma ficou estável.

Em nota oficial, a associação comentou que é queda foi justificada em maioria pelos empréstimos realizados para os consumidor após o Ministério da Fazenda e o banco Central adotarem medidas para incentivar o consumo.

Os juros aplicados aos financiamentos diretos em loja foram de 3,56%. Já a taxa do cheque especial foi de 8,36%, seguido pelo crédito direto ao consumidor em 2,28%, o empréstimo pessoa concedido por banco a 4,21%, empréstimo pessoal concedido por financeiras em 8,66. A taxa aplicada nos cartões de crédito ficou estável em 10,69%.