Publicado em: quinta-feira, 24/04/2014

Juliana Alves comenta rigorosa autocrítica no ‘Artista Completão’

Juliana Alves comenta rigorosa autocrítica no Artista CompletãoDepois de ter ficado bastante emocionada no último domingo, em decorrência de sua performance no quadro do Domingão do Faustão, Artista Completão, a atriz Juliana Alvez destacou que costuma ser muito cruel consigo mesmo. Apesar das notícias, ela negou que tenha ficado abalada com as críticas que estaria recebendo dos jurados por conta de seu desempenho. No início da semana, notícias dos bastidores davam conta de que a atriz não teria conseguido conter as lágrimas quando ensaiava para sua participação no quadro, por conta das críticas que teria recebido dos jurados na semana anterior.

Antes da apresentação no último domingo, Faustão exibiu alguns trechos do ensaio que aconteceu durante a semana, onde Juliana aparece emocionada ao conversar com sua treinadora sobre a dificuldade de dançar, atuar e cantar ao mesmo tempo, desempenhando bem todas as tarefas. Ela afirmou, caindo no choro, que era um trabalho muito árduo, que quando vê o resultado final, consegue visualizar com clareza o que precisa melhorar, mas que torcia muito para conseguir evoluir de um programa para outro.

Depois, Juliana conseguiu alcançar um bom desempenho no quadro, atingindo nota nove com os jurados: Fernanda Chamma, Luiza Possi e Marcos Veras. Mais tarde, ela afirmou que seu choro não era devido as críticas, porque ela gosta muito de receber o retorno de quem a está avaliando, mas que sua autocrítica seria muito pesada, porque ela cobra demais dela mesma e o momento da crítica é muito importante para ela. Ela afirma que no momento do choro, estava muito emocionada por perceber como ela estava sendo rigorosa com ela mesma.

Juliana explica que no momento da cena, ela estava conversando com a treinadora sobre a forma que teria usado para conseguir fazer a cena, lembrando que por conta de sua rigidez, não teria tido a chance de vivenciar a cena como ela poderia ter feito. Ela afirmou que precisa aprender a ser menos cruel consigo mesma, lembrando de pegar o que ela tem de bom e colocar isso em cena.